Anúncios Emprego Enganosos: Como É Possível? | Beda#23

14:45

Anúncios

Anúncios de emprego, aquilo que qualquer desempregado percorre com afinco e esperança, mas...
Há sempre quem se ache mais esperto, neste caso as entidades "empregadoras"!

Quando estava desempregada os sites e grupos de facebook de empregos faziam parte do meu dia a dia. Queria muito trabalhar e qualquer anúncio que aparecesse (por vezes raro) eu mandava currículo.
Hoje venho falar-vos de anúncios falsos, que escondem a realidade, que enganam as pessoas!

Anúncios
Ensinou-me a experiência (e o que fui vendo em grupos de FB) que isto resume-se apenas a uma coisa:

Vendas por catálogo! Yves Rocher, Oriflame, Avon, LR, Herbalife ...

Para quem, como eu, tem contas para pagar, isto não é trabalho! Vender por catálogo tem comissões baixasÉ um ótimo complemento a um emprego, mas jamais considero um. Mas nem é isso que está em questão.
O que está em questão é a forma RÍDICULA e MESQUINHA como são colocados os anúncios...

"part-time", "horário fléxivel", "possibilidade de carreira", "mensagem privada"

Será que as pessoas ao verem estas palavras conjugadas não param e pensam? É que há imensa gente a colocar cometários "enviei mensagem privada", "mais informações"...

Anúncios
(estes referem-se especificamente ao call center da PT em Coimbra)

Bom, estes anúncios aparentemente não têm nada de errado. Aparentemente...

Aparentemente porque só quem já lá trabalhou, aliciado por estes anúncios, sabe o quão são falsos!
- "Salário base", é mentira...
- "Subsídio de alimentação", só depois de fazerem formação onde o mesmo NÃO É PAGO!
- "Comissões sem teto", esta é para rir! Comissões que prometem pagar após a formação e nem vê-las.
- "Folgas ao fim de semana", é a piada do ano.
- "Plano comissional apelativo", apelativo depende do ponto de vista (só se for para a emrpesa).
- "Prémios acima da média", deve ser da média (baixa) deles, com certeza...

Já para não falar que nos anúncios não mencionam que:

- serás vítima de maus tratos psicológicos e até físicos...
- serás explorado até ao tutano...
- és só um número para a empresa...
- se precisares de faltar tens de faltar sem avisar porque se não é um filme...
- tens supervisores com a mania que são alguém e que não passam de um lixo (não todos)...
- o teu horário NUNCA será 14h-22h...
- vais ganhar pessimamente e vão-te descontar coisas que tu nem sequer percebes...
- um sem fim de coisas que, claro, não lhes interessa mencionar.

Por isso, sim... Estás perante um anúncio falso, enganoso!

"Mas porque foste tu trabalhar para lá?"
Pelo mesmo motivo da maioria: há contas para pagar e tem de ser. Se forem para lá dou-vos uma dica: NÃO SE ACOMODEM, vão procurando e saiam o + rápido possível!
Se saírem sem uma depressão, sem chorarem sem motivo aparente e sem se sacrificarem, parabéns, são fortes!

Anúncios
Outro tipo de anúncios que me deixa nervosa só de ler...

"Boa apresentação" ou "boa aparência"

Ora vamos lá ver... Isso não é relativo? O que eu considero boa aparência, tu podes não considerar...
Como é que uma pessoa decide se se candidata ou não? Faz sondagem no facebook?
Quando leio este tipo de anúncios penso sempre: "ok, não importa ser bonita ou feia, importa ter pouca roupa".

Anúncios

E agora os anúncios que me levaram verdadeiramente a escrever este post... Os anúncios falsos, enganosos!
Estes dois anúncios que vêem em cima, são de duas empresas distintas que enganam pessoas ingénuas.

Atenção que vou falar com conhecimento de causa.

A Smartfish (primeiro anúncio) procura um "assistente de markting". Pessoas com formação mandam CV.

Vão à entrevista, não é dada muita info, apenas que depois sabem se passam à fase seguinte (?). No final do dia, ligam e anunciam que a pessoa passou de fase!

Vai à 2ª entrevista, fazem uma entrevista digna de grandes empresas e não dão infos. A pessoa sai entusiasmada porque vê uma luz ao fundo do túnel.

Ligam e dizem que foi selecionada, para comparecer no dia seguinte às 8h.

No dia seguinte, a pessoa apresenta-se toda bem vestida, animada e com garra, mas é surpreendida... 

É convidada a entrar numa carrinha e deixada num local (no caso, umas bombas de gasolina), suficientemente longe, a impingir coisas às pessoas (vendas).

JURO-VOS que isto é real! Não aconteceu comigo, mas com alguém muito próximo.

Como a Smatfish há várias empresas... O segundo anúncio, por exemplo, é da Capital Prodigy.

(mencionar apenas que normalmente estas empresas não têm site e mudaram várias vezes de nome)




Anúncios
E eu pergunto-me... Porquê enganar as pessoas? Ok... Porque de outra forma as pessoas simplesmente não iam.

E claro que dia após dia, as pessoas "caem" nestes anúncios, porque:

- Não conseguem ler nas entrelinhas...
- Estão completamente desesperadas para arranjar algo...
- Precisam de dinheiro para sustentar a família...
- Qualquer coisa é bom.


Infelizmente esta é a realidade do nosso país, das nossas pessoas, da falta de valores e ética profissional. Há muita gente que se sujeita (falo por mim, que me sujeitei).

Este tipo de trabalhos vai ter sempre consequências bastante graves, e não há dinheiro que pague...

Tinham conhecimento desta realidade? Já foram "vítimas" destes anúncios fraudulentos?

Também podes gostar de...

32 comentários

  1. Tens toda a verdade temos de ter cuidado com anúncios assim
    gostei bastante da tua partilha
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Wow!! A dos call centers conheço bastantes casos mas essa do marketing desconhecia completamente. Estou chocada, é gozar com o desespero das pessoas! E pedem licenciados em Marketing... ainda uma pessoa 3 anos a trabalhar para depois ser usada para escrava! :O
    Mesmo na minha área - Informática, agora que ando mais atenta aos anúncios, pede-se cada coisa que fico parva. Já fui a entrevistas de bradar aos céus. Querem licenciados para todo o santo trabalho. E muita gente sujeita-se porque pronto... é dinheiro e faz falta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a do marketing é qualquer coisa de irrisório.
      Enfim :/

      Eliminar
  3. Das outras não sei, mas da Oriflame posso falar! Tenho um grupo incrível de amigos que trabalham SÓ na Oriflame e vivem super bem. Uma delas recebe cerca de 17 mil euros de três em três semanas já para não falar nos carros viagens etc. É mesmo possível, mas como em tudo é preciso trabalhar muiiitooo! A equipa da Oriflame (incluindo diretores etc) é mesmo incrível. Já tive oportunidade de estar na Oriflame em Lisboa e eles querem tudo menos enganar as pessoas, tudo o que dizem é verdade mas como disse, e volto a repetir, é preciso trabalhar muito (e em equipa). Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Allô Liliana :)
      O problema é que quem mete os anúncios são as pessoas que entraram agora e ouviram falar na constituição de equipas e que com isso ganham dinheiro, logo aproveitam, fazem anúncios... Enfim...
      Beijinho

      Eliminar
  4. Infelizmente, tudo aquilo que descreveste é da mais pura verdade...
    Ando à procura de emprego, e ao princípio só via anúncios da oriflame (revendedoras por catálogo de diversas marcas) e isso para mim não é nem seria um emprego, até que cheguei completamente a desistir, depois fui para call center e jurei que nunca mais. Gozar com as caras das pessoas que precisam NÃO!
    Mas nada como não desistir e ter persistência e paciência em procurar melhor.
    Beijihos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Persistência e muita paciência, sem dúvida :)
      Vai correr bem.
      Beijinho*

      Eliminar
  5. Nunca fui vítima desse tipo de anúncios felizmente mas estou chocado com a política da Smartfish. A sério que isso acontece? God!! Ja não já respeito pelo ser humano?!

    Beijinhos
    O Pinguim Sem Asas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acontece, é grave e ninguém faz nada.
      O mais engraçado é que tu vês os anúncios semana após semana para a mesma função. Estranho não?

      Eliminar
  6. Já vi tantos desses e aprendi com a experiência a distinguir aquilo que era mesmo um trabalho dessas empresas que so querem ganhar dinheiro à nossa custa. Fui uma vez a uma entrevista para call center e jurei para nunca mais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, call center há-de ser a próxima história para vos contar ;)

      Eliminar
  7. Já estava a par disto. Tenho duas amigas que trabalham em call center e, quase todos os dias, chegam a casa a chorar... por uns míseros euros.
    Só estão lá, porque não aparece mais nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sei bem o que é isso Cátia, acredita.
      Mas essa história do call center fica para mais tarde partilhar.

      Eliminar
  8. Olá Ana Rita @Minnie me 😉 Adorei o artigo e a rua análise a esta realidade dos nossos dias. Tenho que concordar com tudo o que foi dito. Trabalho em call-center desde 2004,já lá vão uns bons anos. Felizmente, mudei em 2014 e, embora esteja no mesmo ramo, gosto do que faço. Por vezes é difícil, muito difícil mas que existe de melhor no mercado de trabalho que nos pague as contas e nos trate como seres humanos? Desconheço! Em relação ao marketing ou vendas por catálogo, neste caso, falo da Oriflame, a marca que represento. Acredito, que os anúncios que vemos por aí, possam no mínimo, parecer ou "soar" estranho quando falamos em part-time. Estou na Oriflame desde 2012 e tenho uma equipa fantástica que Lidero desde essa altura. Reitero o comentário da Liliana, é possível na Oriflame trabalhar como part-time (compatível com outra actividade) ou em full-time. A diferença é que não existe um contrato de trabalho fisico em que a pessoa tenha que sair da sua casa e ir para a empresa trabalhar ou cumprir horários. E, Oriflame não se baseá somente a venda por catálogo, nada disso. Temos pessoas a ganhar mais de 4 e 5 dígitos a cada 3 semanas. É fácil? Não, não é! Exige trabalho, dedicação, paixão, organização e metodologia. É preciso sermos rigorosos connosco mesmos e levantaremos todos os dias e trabalharmos como se tivéssemos que ir para o nosso emprego. Gostei imenso do artigo. Bjinhos do @mvaidoso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joaquim, é exatamente aquilo que disse à Lilly... O mau nisto das vendas por catálogo é que quem mete anúncios são as pessoas que se iniciam, que ouvem falar que constituir equipa dá dinheiro e depois é o que se vê nos grupos.
      Enfim

      Eliminar
  9. O último caso foi o que realmente mais me chocou!
    Sobre a realidade dos call center já tinha ouvido falar...
    Vou tentar lembrar-me deste post daqui a uns tempos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o último é totalmente de bradar aos céus...
      Acredita que a pessoa que experienciou não gostou nada. Para além de não ter como voltar para casa, apanhou um escaldão enorme. Não podia mexer no telemóvel e muito menos ir ao wc.
      Estamos a falar de coisas tão graves.

      Eliminar
  10. Um dia fui a uma entrevista supostamente para escritório, fiquei eufórica claro, quem não quer um trabalho de escritório ainda por cima tinha sido empregada doméstica, então, quando lá cheguei fizeram me a entrevista tudo correu bem e ligaram me a dizer que tinha sido seleccionada para no dia seguinte apresentar me para a formação, quando vejo a ir para o carro mais uma rapariga e dois rapazes eu perguntei mas que raio de formação é esta, e a moça que supostamente era chefe, disse vamos andar no terreno e eu What??? Levei o dia todo a bater de porta em porta para tentar impingir que é a palavra mais correcta uma diminuição na luz, e só ganhava por cada contracto que fizesse nada mais, só quando passasse a "chefe" é que tinha metade do ordenado e outra metade tinha que ganhar no terreno, sé um tanto abuso pois talvez se oferecessem um ordenado e as condições mínimas eu até não me importava, mas sem ordenado nop... Preferi trabalhar por conta própria que felizmente está a dar frutos. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Sandra... São tantos e tantos relatos que acredito mesmo que fiz bem em partilhar este post.
      Felizmente as coisas também estão a correr bem por aqui.

      Eliminar
  11. Infelizmente quando me mudei para Aveiro aconteceu o mesmo, mandei montes de currículos, e na altura era "inocente" não tinha noção que logo a partir do anuncio as pessoas nos enganam e lá fui eu, para uma dessas empresas que me deixam sei lá onde, e ainda por cima não conhecia nada nem ninguém, prometiam que por cada pessoa que comprovasse ter falado ganhava X e por conseguir vendar mais outro X. e Assim foi, simplesmente eu pagava para trabalhar, porque para me deslocar para os sítios eu é que pagava o comboio e a empresa dizia que no final do mês reemblosava. Quando estava quase a completar um mês nesse inferno a trabalhar das 8h as 22h e a percorrer kms a pé, a minha avó/mãe faleceu numa das manhas que ia trabalhar, como é óbvio já não fui. Tratei de pagar viagem para a Madeira para pelo menos me poder despedir. Acabei por ficar 2 semanas e avisei para tal no dia em que tudo aconteceu, entretanto devia receber o que me é devido e não recebi nada, zero. Desculpa deles era que eu não tinha vendido nada por isso não recebia.
    NOTA: o que vendia era supostamente um cartão saude para Ami em que o valor pago revertia para alimentar os africanos, agora me pergunta como é possível uma organização como a AMI fazer uma coisa destas?
    Desculpa pelo desabafo
    Beijos Coloridos
    Arte e Cor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, o que me choca mais é que as instituições que supostamente trabalham com essas empresas negam totalmente que seja verdade e que tenham algo que ver com isso...
      Enfim.

      Eliminar
  12. gostei imenso do artigo. E bom alertar as pessoas para que não caiam nessas coisas

    ResponderEliminar
  13. Wow. Eu nunca andei assim a procurar emprego... felizmente tive sorte. Mas às vezes tem de se aguentar essas coisas até aparecer melhor. Trabalho numa grande empresa. MESMO grande e digo-te que sou explorada, o meu ordenado não é assim nada de especial, manda-me fazer coisas que eu não faço ideia como se fazem, sofro imenso. É a realidade que temos. Somos os chineses da Europa. E quando há desespero por emprego, aparecem sempre uns a pensar que são mais espertos que os outros... :/

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente é a nossa realidade :/ ou és explorada ou vais para o desemprego e a gente aguenta, que é mesmo assim.
      Felizmente agora estou bem.

      Eliminar
  14. Credo, não fazia ideia que havia "empresas" que faziam isso!
    Nem sabes o "abre-olhos" que este post me deu, muito obrigada pela partilha! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é um tema que talvez muita gente desconheça mas, sem dúvida, bem real.

      Eliminar
  15. Eu já andava a analisar esses anúncios e achava um absurdo. Pior que muita gente se ilude e isso é preocupante. Outro ponto é a exigência de idade. "Até 35 anos e boa aparência" como se não pudesse ter boa aparência com 34, 35...
    No Brasil a lei é amiga do trabalhador (pelo menos isso) e anúncios de empresas assim são denunciados na hora. Exigência de idade é crime reconhecido por lei. Infelizmente muitos brasileiros vêem para Portugal e se sugestão a isso. Não acreditam na realidade. Vou compartilhar teu artigo. Parabéns!

    www.lifeenthusiastblog.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério que no Brasil isso é punido? Devia-o ser também cá.
      Se bem que depois na seleção eles excluem quem eles bem entendem.

      Eliminar
  16. Fui a uma entrevista para assistente de marketing numa empresa que não me lembro o nome. Cheguei lá e tinha outro nome "people x".
    Diziam que havia 3 fases. Uma de marketing directo, outra de gestão de equipas e outra de gestão de empresas.
    A senhora que me entrevistou é dona de 6 empresas iguais e disse tudo o que podia para me convencer.
    Ligaram-me e pediram para ir no dia seguinte com roupa formal para conhecer a empresa a fundo.
    Fui. Levaram-me para Setúbal e era vendas porta a porta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma vergonha o que essas supostas empresas fazem. Só não sei como é legal!

      Eliminar