Decobre Como Proteger-te | Domingos Na Farmácia #32

11:25


Descobre



Hello hello :) 
Bom domingo de sol... Mas, com proteção, ok? 
No post de hoje, o Dr. Ricardo Rodrigues da Farmácia Nacional, fala-nos deste tema importante que é a exposição solar, aquilo que tantos de nós despreza ou já desprezou...

Descobre mais no post de hoje

Os dias mais quentes começam a chegar e todos desejamos um bronzeado cor canela bonito e rápido. No entanto, de todas as agressões externas, é certamente o sol e suas radiações, que têm maior importância para a pele. Os efeitos da radiação Ultravioleta (UV) na pele podem ser considerados agudos  (queimadura solar e o bronzeado) e crónicos (fotoenvelhecimento e cancro cutâneo).
 
Além dos efeitos agudos e crónicos da radiação solar, o sol é capaz de promover um conjunto de doenças dermatológicas ou agravar outras nas quais não é fator primário. Neste contexto, a fotoproteção tem obviamente um papel central. Esta, pode e deve ser entendida como o conjunto de medidas direcionadas a reduzir as agressões das radiações solares. São consideradas medidas de proteção: educação em fotoproteção, proteção através de coberturas e vidros, proteção através de uso de roupas e acessórios, fotoprotetores tópicos e orais.
 
Descobre

Existem alguns cuidados na exposição solar a ter em conta. Enumerando alguns dos principais referidos pela Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo (APCC):
 
- Horas “seguras” são aquelas em que a nossa sombra é maior do que nós próprios (“regra da sombra”)
- Evite a exposição solar em horas de “risco” (entre as 11 e 16 horas)
- Nos trópicos o “horário solar” é diferente. Regule-se pela “regra da sombra”.
- Proteja-se na praia, piscina, montanha ou quando faz desporto ao ar livre. Use chapéu (de preferência de abas largas), óculos escuros e roupa de tons escuros.
- Nos dias de vento e nevoeiro devemos colocar proteção solar, pois os UV estão igualmente presentes.
- Na pele exposta utilize um protetor solar, de textura adequada ao seu tipo de pele e antes de sair de casa. Renove a aplicação se molhou ou transpirou bastante. Idealmente, a proteção solar deve ser reaplicada de 2 em 2 horas.
- A exposição aos solários está totalmente desaconselhada (envelhecem precocemente a pele e favorecem o aparecimento precoce de cancro da pele).
 
Descobre

FOTOPROTETORES
Os fotoprotetores tópicos, protetores solares com presença de filtros de proteção solar, são produtos cosméticos para aplicação cutânea com a finalidade de interferir na radiação solar incidente na pele, reduzindo os seus efeitos nocivos.
 
Do ponto de vista da formulação, os filtros UV são as substâncias ativas e podem ser divididos em filtros físicos (que atuam refletindo a radiação) e filtros químicos (que atuam por absorção da radiação).
 
Os protetores solares devem combinar, nas suas formulações, filtros físicos e químicos com a finalidade de atingir a cobertura mais ampla dentro das faixas UVA e UVB.
 
Decobre

De acordo com o INFARMED, a categoria de proteção solar é uma indicação geral para o consumidor, que visa uma avaliação adequada da eficácia do produto e que deverá apresentar-se na rotulagem de forma tão destacada como o Fator de Proteção Solar (FPS). Desta forma, os protetores solares podem classificar o seu FPS entre:
 
- 6 a 10: Proteção baixa
- 15 a 25: Proteção média
- 30 a 50: Proteção elevada
- 50 +: Proteção muito elevada
 
O FPS é uma menção obrigatória que tem como objetivo ajudar o consumidor a comparar produtos e a escolher o produto certo para uma determinada exposição e para um dado tipo de pele (fototipo).
 
Toda esta informação relativa aos riscos e benefícios da exposição solar está ao alcance de todos e através dos mais variados meios de comunicação. No entanto, o desejo de uma pele bronzeada faz, por vezes, ignorar uma parte da informação transmitida, pois ainda se associa o alcance do tão desejado bronzeado a más práticas de exposição solar como: exposição direta ao sol excessiva ou incorreta, a não utilização de protetor solar ou de FPS muito baixo para o seu fototipo, entre outros.
 
No entanto, atualmente existem formulações com vários FPS que se adaptam a vários fotótipos e que permitem alcançar em total segurança o tão desejado bronzeado.
 
Em suma, atualmente, já não há desculpa para uma exposição solar incorreta, sem a devida fotoproteção.


Da nossa parte só temos de agradecer ao Dr. Ricardo Rodrigues pela disponibilidade e por mais um tema fantástico! Obrigada Farmácia Nacional!

Descobre

Já agora não se esqueçam que podem comprar online na Farmácia Nacional e ter 5% de desconto! Para isso basta utilizarem o código BLOGMINNIE.

Descobre tu também as maravilhas da Farmácia online e não te esqueças... Protege-te!

Também podes gostar de...

7 comentários

  1. Por aqui usamos sempre facto protecção 50+. Como o meu pai já teve cancro de pela não queremos arriscar.

    ResponderEliminar
  2. Confesso que tenho protetor solar, mas sou uma preguiçosa pa por e devia, tenho uma cicatriz na coluna deveria proteger mais. Mas a ver se agora começo a proteger um pouco mais.

    Um beijinho com carinho

    Diamonds In The Sky, Daniela Silva

    ResponderEliminar
  3. Ultimamente tenho tido mais cuidado e evito sair de casa sem proteção solar. A minha pele bronzeia-se facilmente, no entanto nunca utilizo menos que o fator 50.

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia a regra da sombra confesso! Aqui as temperaturas nunca são muito altas então confesso que peco e passo os dias na praia. Ainda assim, protejo-me sempre com factor 50!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  5. Um post muito interessante e informativo!
    Fico contente por perceber que sigo todas as indicações; infelizmente é preocupante como muita gente não sabe ou não procura saber!
    Obrigada pelo post;
    Um beijinho,
    Tiff
    Last Post: Moda | Dias de Praia
    Ukuhamba

    ResponderEliminar
  6. Um tema que devia importar a todos!
    Um post fantástico!
    Adorei e por isso já estou a seguir o blog que não conhecia.
    Beijinho

    My Beauty Conspiracy

    ResponderEliminar