COMO COMPREI CARRO NOVO ? HISTÓRIA E DICAS!

09:00


Hello hello :)
Hoje venho falar-vos de uma coisa muito importante que aconteceu na minha vida em 2016: a compra do meu carro novo!
No final de agosto, contei-vos em post que tinha tomado a primeira grande decisão da minha vida e que tinha comprado carro novo, mas o tempo foi passando e eu fui adiando o post cada vez mais, porque é um post com toda a história e dicas, o que faz dele um post grandito. 
Hoje arranjei coragem e cá estou eu para vos contar tudinho, por isso tendes paciência que o post é grande.

EM JANEIRO DE 2015 COMPREI UM CARRO USADO
Vamos então começar pelo início da história... O meu anterior carro era um Renault Clio comercial de 2005, daqueles que se vê por aí aos pontapés. Comprei-o em janeiro de 2015 no stand do pai da minha melhor amiga de infância. 
Em março desse mesmo ano, o carro começou a fazer um fumo preto esquisito de vez em quando, como rapariga que sou deixei andar... O fumo era cada vez mais e no início de dezembro de 2015 decidi ir falar com o vendedor do carro. Ficou-me com o carro uns dias, meteu-me lá um líquido qualquer e supostamente o carro ficaria melhor, porque aquilo precisava era de um aditivo, ainda aproveitou para o levar à inspeção e tudo (achei o facto de ir à inspeção com ele muito estranho, mas pronto, agora já percebo). E tudo continuou na mesma.

PROBLEMAS E MAIS PROBLEMAS 
No fim de dezembro decidi ir à Renault com o carro, fizeram umas análises e detetaram que a válvula EGR estava muito muito suja, não tinha recuperação e por isso teria de levar nova. Paguei 200€ na renault. O problema atenuou, o fumo já não era tanto, mas continuava a haver fumo. Não sabia o que fazer e mais uma vez deixei andar... A minha mãe foi ao vendedor explicar o que tinha acontecido e acreditam que ele descartou toda e qualquer responsabilidade? Pois... A pessoa de confiança a quem tinha comprado o carro... Pois. Que não estava dentro dos carros, que o vendeu como se fosse para ele e bla bla bla. Uma desilusão de pessoa.
Em junho, o fumo foi piorando e um dia, ia eu toda contente a andar na estrada quando o meu carro perde a total aceleração (ao ponto de eu ir em primeira a morrer)... O que é que faço?? Decido encostar, chamar assistência em viagem e pronto. O carro foi para o mecânico que uns dias mais tarde me informou que o turbo tinha ido à vida. E o que é que o mecânico me informou mais? Que o melhor seria eu vender o carro pois ele ia dar-me em breve problema na bomba injetora, injetores e outras coisas mais... Fazem ideia de quanto custa um turbo? Posso dizer-vos que usado paguei 150€ por ele e que foi preciso 2 semanas até o encontrar.

IDEIA: DESPACHAR O CARRO E COMPRAR OUTRO
Depois de tantos problemas com um stand de alguém de (supostamente) confiança,uma coisa já tinha decidida: não ia comprar nunca mais um carro num stand, a comprar iria sempre à marca, que a garantia da marca é bem diferente. Outra coisa decidida era que daria o carro à troca na marca e não o vendia a um particular, pois tal como eu não gostei de ser enganada também não queria enganar ninguém.

EM BUSCA DO CARRO
Quando a minha mãe me questionou que marcas queria ver a minha resposta foi simples: "Renault" e mais? Mais nenhuma. Gosto de Renault. Sou fã assumida da Renault. Mas pronto, lá acabei por, num sábado de manhã, ir com a mãe, o mano e o namorado à Litocar (representante Renault em Coimbra) e à Seat.
Na Renault vi um Clio de 2015, com 30 mil quilómetros, por 16.500€ e um DACIA Sandero Stepway, novo, por 17.000€.
Na Seat vi uma carrinha, com 100 mil quilómetros, com 5/6 anos, já super fora de moda, o rádio só faltava ter leitor de cassetes, se não estou em erro um 1200, estofos numa miséria, por 14.000€. Ri à gargalhada! Muito. E o homem a convencer-me que aquilo é que era bom, que estava a um super preço e mais... Tinha um super extra: encostos de cabeça nos bancos traseiros. 
Escuso de dizer que sai de lá com pior impressão da Seat do que já tinha :p

CLIO ou SANDERO STEPWAY?
Ambos os carros eram full extras, ou seja, não era por "este extra" ou "por aquele". Um era novo, outro usado. O preço de ambos muito semelhante. Gostava muito do Clio, porque desde que saiu este novo modelo eu sempre disse que queria um "clio dos novos", mas adorava o Sandero Stepway por ser uma versão "mais ajipalhada", maiorzinho por dentro, mais familiar. Ah, já me esquecia... Uma das características que queria era uma mala jeitosinha para caber o carro do bebé ahah (o futuro bebé xD).
Seguiram-se dias de dúvidas, de pim pam pum.

MARQUEI UM TEST DRIVE!
Decidi que o que para me ajudar a escolher o melhor era fazer um test drive, como aliás o vendedor me tinha sugerido. Marquei e fui com as mães. O namorado estava a trabalhar.
Fomos, testei os dois e... Achei os dois iguaizinhos. Nada decidido portanto. Pensei na hora, pensei e decidi: comprar o Sandero Stepway. Porquê? Simples: novo na minha mão, 0km, garantia... Estava decidido.
Sentámos na mesa do vendedor, discutimos preços, opções, etc. e dissemos que queríamos então o Sandero Stepway mas na cor azul. Começou a pôr entraves. Queria mais 800€ para mudar de cor. Estava fora de questão. A minha mãe ofereceu-lhe os 17.000€ na hora se ele arranjasse o carro na cor azul. O gajo armou-se em esperto e não quis. Devia estar a pensar que por capricho eu ia pagar + 800€ por causa da cor. Não ia. Não paguei.
Viemos embora com tudo por decidir, novamente.

"ESTOU FARTA DISTO E JÁ 
NEM ME APETECE COMPRAR NENHUM CARRO"
Há aquelas pessoas que querem um carro e não têm dinheiro, depois havia eu que tinha dinheiro e não conseguia comprar um carro... Passou o julho todo com tudo em stand by, com todas as dúvidas e mais algumas...
No final do mês, fui levar as minhas mães ao aeroporto de manhã muito cedo e para aproveitar o dia no Porto, decidi marcar almoço com o amigo Pinguim Sem Asas. Depois de as deixar no aeroporto, faltavam imensas horas para o almoço. Tive uma ideia para fazer passar o tempo!

"E SE FOSSEMOS À RENAULT DA BOAVISTA?"
Como o namorado não tinha feito o test drive dos carros comigo e com as mães por estar a trabalhar, lembrei-me que poderíamos ir até à Renault da Boavista, perto da Foz (onde íamos almoçar), ver os carros, analisar com calma e fazer o test drive. Lá fomos...
Cheguei lá fui logo extremamente bem atendida! Pedi então para ver os mesmos dois carros que tinha visto na Litocar (representante Renault) em Coimbra. 
O Stepway novo e o Clio usado. As senhoras mostraram-me tudo, esclareceram as minhas dúvidas, mediram as malas comigo, vimos todos os extra, etc. etc. até que uma delas (a queridíssima Marta Vilar) se virou para mim e questionou "posso perguntar-lhe porque quer o Clio usado?" e eu claramente expliquei que tinha um budget de 18.000€, que não queria gastar mais que isso e que sabia que o Clio novo, full extras como eu queria custava perto de 23.000€, ou seja, 5.000€ a mais do que queria gastar. E fui surpreendida com a resposta... A Marta explicou-me que não era bem assim e que com 18.000€ conseguia comprar o Clio novo, 0km, com os extras todos que eu queria. Sentámos na mesa dela, fizemos as simulações e sim, lá estava: Clio novo, 0km, branco, com os extras todos e mais alguns -->16.900€. Claro que a este valor acresceram cerca de 1.000€ do pedido de registo automóvel, imposto de circulação e valores de taxas administrativas e de transporte (penso eu de que seja isto xD). 

COIMBRA: 16.500€ , 30 MIL KM , 2015
PORTO: 17.900€ , 0km , 2016
Então, por mais 1.400€ podia comprar um carro novo, certo? Certo! Questionei-os diretamente do porquê de ser "tão mais barato" comprar ali do que na Litocar em Coimbra, porque até parecia que me estavam a enganar. Pergunta que foi desde logo respondida. Ali é uma das "Casas Mãe da Renault em Portugal", a par com Chelas (Lisboa), não é um representante. 
Melhor só mesmo o facto de me darem 1800€ pelo meu clio "velho"! Sim, porque em Coimbra nem 1000€ me queriam dar. Leram mesmo bem!
Estivemos algumas 3 horas lá, saí de lá cheia de papéis e com a certeza que iria voltar em breve. E voltei... Voltei, dei o meu clio à troca e trouxe o meu novo carrinho para casa.
Deixo-vos aqui com uma foto na primeira paragem dele após sair da Renault...


DICAS 
- Vejam vários preços e vários concessionários, pois por vezes dentro da mesma cidade os preços variam.
- Vejam nas grandes cidades pois os preços tendem a descer nas mesmas.
- Não cedam aos vendedores! Se querem determinados extras, não cedam aos que os vendedores vos dizem e mantenham-se fiéis do princípio ao fim.
- "Ah mas por esse preço não consigo", agradeçam e digam que vão a outro lado, vão ver que em menos de nada estão a ir atrás de vocês ou a ligar-vos.
- Procurem as "Casas Mães" das marcas porque pelos vistos lá conseguem fazer-vos um preço bem mais simpático.
- Se acharem que estão a ser enganados por um vendedor, peçam para serem atendidos por outro.
- Não mostrem demasiado interesse no carro, por mais que o queiram. A partir do momento em que mostram demasiado interesse, o vendedor tem a certeza que o vão comprar e não baixa preços.
- Se não comprarem o carro na marca, levem com vocês um mecânico entendido na matéria para que não sejam enganados.

A minha grande dica é que não comprem em stands. Na marca é mais caro? Às vezes! Eu tive a prova de que não, que na marca até foi bem mais barato. E sabem... Por vezes o barato sai caro e foi o que aconteceu com o meu Clio "velho". 

Da Renault da Boavista só tenho coisas boas a dizer. São sem dúvida uma equipa de excelência, tudo correu bem, tratámos da maior parte das coisas via telefone e e-mail (uma vez que vivo a 100km do Porto), mandavam sempre tudo direitinho e correu tudo super bem. Prova disso é o meu carro, claro. São sítios assim que nos fazem querer voltar, recomendar, porque eu recomendo o que realmente gosto. 

E pronto, foi esta a história em volta da compra do meu lindo carinho. 
Há por aí alguém que esteja para comprar carro ou tenha comprado recentemente?
Contem-me tudo.

Também podes gostar de...

23 comentários

  1. Eu posso comprovar que os bancos de trás são confortáveis pois no dia em que o compraste deste-me boleia xD ahahaha

    Grande aventura a tua com o teu "boguinhas" novo. Eu prefiro comprar os carros nas marcas. Por normal, são mais baratos. Eu, pelo menos, não tenho razões de queixa e sempre fui bem atendido. Mesmo depois de já me terem "vandalizado" o carro 4 vezes (e em nenhuma delas tive culpa) eles foram super prestáveis.

    Grandes dicas as que dás e super úteis quando queremos comprar um carro!

    Beijinhos,
    Ricardo, O Pinguim Sem Asas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes mesmo :p
      Eu depois da minha péssima experiência não consigo mesmo confiar em stands.
      Beijinho

      Eliminar
  2. Engraçado, também troquei de caso no ano passado e o meu carro antigo era um Clio de 2002 ;) Comprei um caso seminovo um Corsa todo fofinho, numa cor edição limitada preto metalizado ;)
    Beijinho e boas viagens *
    http://adiaryb.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora bem :)
      Eu sou muito fã de clios.
      Beijinho*

      Eliminar
  3. Que aventura ! O importante é que tudo correu pelo melhor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade :) Há que ver o positivo em tudo e eu tenho de ver que a confusão toda valeu a pena... Um desconto de 5.000€ :p
      Beijinho*

      Eliminar
  4. Comprámos um carro em segunda mão, até agora estamos satisfeitos com ele!
    Se me permites, se queres uma mala grande para o futuro, porquê um carro de 3 portas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um carro de 3 portas?
      Mas o Novo Clio tem 5 portas. (exceto a versão comercial que não é a minha).
      Beijinho*

      Eliminar
    2. O carro da foto tem 3 portas... ou estou a ver mal?
      (eu clico no botão notificar comentários e vão para o meu mail ;) )

      Eliminar
    3. Estás a ver mal :) Tem 5 :)
      Beijinho*

      Eliminar
    4. Então a maçaneta da porta de trás é invisível :D

      Eliminar
    5. Siiim :) Fica escondidinha, preta :p
      O engraçado é que as pessoas às vezes vão pela porta da frente porque acham exatamente que é um carro de 3 portas :P
      Beijinho <3

      Eliminar
  5. Por acaso vai fazer agora em Março que compramos um carro usado num stand! É assim até agora não deu problemas. Teve uma substituição de uma peça para fazer mas o vendedor assumiu. Mas até decidirmos onde comprar, que carro comprar estivemos meses e meses em decisão!

    https://jusajublog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deus queira que tenham sorte...
      Eu não me meto noutra de certo.
      Beijinho*

      Eliminar
  6. Ainda bem que não cedeste à primeira. Conseguiste uma compra bem melhor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo a sério...
      Ainda hoje agradeço todos os dias pela sorte que tive.
      Beijinho*

      Eliminar
  7. Olá!

    Acho que tiveste uma má experiência no stand e também com a Seat! :-) Eu comprei o meu seat num stand há dois anos e zero problemas até agora. Por outro lado o meu namorado comprou um na marca e só teve problemas. Todos os meses ia lá com problemas e tem um desgaste na embraiagem que já veio de lá mas eles não assumem. Isto com carros é preciso ter sorte, acredita! Mesmo quando eles são novos! Mas que tenhas tido sorte desta vez e que o carro dure e dure e dure! :-)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A má experiência com stands não é a primeira... Já houve várias na minha família.
      E a Seat é cara para o que tem... Quando o homem me apresenta lá um FR só me dava vontade de rir... Uma pessoa entra num renault e entra num seat... Não há comparação. E eu que tenho um Mercedes... Seat é mesmo fraquinha no meu ponto de vista. Mas isto é como tudo, há quem goste e há quem não goste, por isso há várias marcas...
      Mas aí compraste um carro usado, não há como provar que a culpa é da marca ou do teu namorado, no meu caso o carro é novo 0km.
      Beijinho

      Eliminar
  8. Por acaso comprei carro há pouco tempo, mas quem o "comprou" mesmo foi o meu pai, que é entendido nessas coisas. Comprei a um particular e até agora não tenho nada a reclamar, mesmo o meu carro tendo já alguns anos em cima.

    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. que bom que tens o carro que queres! O meu é velhinho (C3, 2002), mas é o meu bolinhas e eu gosto muito dele, só penso trocar quando ele der o berro. E sinceramente espero que ainda dure muito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi uma sorte :) Mas graças a deus que consegui :)
      Beijinho*

      Eliminar