Dia dos namorados: Revelações

18:54



Toda a gente sabe que hoje é dia dos namorados (afinal o que não falta são publicidades para comprar o que quer que seja) e é disso que venho aqui falar.

Querem saber?


Nunca liguei muito ao dia dos namorados.
Na escola (básica) organizavam-se trocas de bilhetinhos (anónimos ou não) que eram colocados numa caixa na biblioteca ao longo da semana (anterior ao dia dos namorados) e no dia dos namorados era ver as contínuas a distribuir os bilhetinhos aos meninos de sala em sala. Achava aquilo parvo, pronto! Mas escrevia bilhetes… Ohhh se escrevia, quanto mais não fosse para gozar com aquela miúda que tinha a mania que era a maior ou ao puto mimado com o cabelo à fod*sse! Ahah (o meu lado terrível)!
No secundário a coisa já não era assim tão pateta! Era dia dos namorados, um dia super normal na vida daqueles pobres adolescentes, e se alguém quisesse escrever um bilhetinho ao “amor da sua vida”, escrevia (DISCRETAMENTE) e deixava no cacifo do tal no dia anterior ou no mesmo dia de manhã. Claro que esses dias eram dias de grande afluência ao cacifo, porque todos queriam ver se recebiam algo ou então tentar descobrir quem é que deixava os bilhetes. Aiiii, bateu a nostalgia : )
Escuso de dizer que na Faculdade não se passava nada disto certo? LOL

Bem, isto para dizer que para mim o dia dos namorados nunca fez grande sentido! Era só um dia em 365 que via o A oferecer à B uma mega prenda (mesmo sem perceber como é que um puto com uma semanada de 10€ conseguiu comprar a dita), um dia que era gerado pelo consumismo! E ainda é assim! Qual é a loja (seja de que materiais for) que não tem coraçõezinhos na montra, peluches ou inscrições amorosas (!!?!) na montra? TODAS, isso mesmo!

“Ai R*, tanta conversa para dizer o quê?”… Ok, desculpem, entusiasmei-me! Esta lenga lenga para vos contar que pela primeira vez em muitos anos decidi organizar mesmo algo para mim e para o namorado! Ahhhh, mas esqueçam lá as prendas caras e gastar rios de dinheiro…
Como (até) já tinha dito no blogue, decidi organizar um jantar super romântico ao namorado. “Quê? Não vão jantar fora? Ai que pobreza! Que foreveresalones”… Yah yah! Então vão vocês jantar fora, sem terem o mínimo de privacidade que eu janto com o meu rico namorado na minha casinha, com tudo feito por mim e com um esforço enorme ao que ele vai dar valor e se vai lembrar para sempre e o vosso é só mais um jantar fora! ;)

Bem, decidi preparar a seguinte ementa:
Bebida: Laranjada e coca-cola
Entrada: Pão de alho especial e queijinhos temperados
Sopa: Creme de Cogumelos
Prato principal: Esparguete à bolonhesa (há lá prato mais típico que isto :b)
Sobremesa: Semi-frio de morango
Pós jantar: Morangos com chocolate
Filme: Pipocas e pepsi com gelo e limão

Claro que pirosona como sou decidi preparar-lhe um miminho para oferecer: um postal (como sempre que eu sou apologista das coisas bonitas serem escritas em papel) e um conjunto de vales que ele vai puder usar durante um ano.

“Ahhh, mas para isso gastaste dinheiro também!”.. CLARO! Vocês comem à borlix? :b Gastei dinheiro, até mais do que pensava mas ficou tudo como eu queria e vai ser memorável como eu queria!

Vá não chorem mais e não batam mais com a cabeça nas paredes que eu trago fotos : )

PS: Vai ser tudo feitinho com a ajuda da minha querida e fofinha Bimby! Se quiserem alguma receita é só pedir : )

Também podes gostar de...

3 comentários

  1. Oh assim é que é especial e acho esses programas muito mais giros :)

    ResponderEliminar
  2. Por aqui também preparei um jantar super romântico ihih

    ResponderEliminar