TPC's: Sim ou não?

17:47



Trabalhos de casa: sim ou não?

Não! Defendo que não devem haver trabalhos de casa. E agora já estou a imaginar-vos aí a puxar cabelos a dizer que eu sou doida e isto e aquilo...

Como educóloga que sou já estudei vários tipos de educação de vários países e um deles conheço de perto a realidade e posso dizer-vos que são melhores crianças, melhores pessoas, melhores profissionais do que aqueles que levam uma carradona de trabalhos de casa para fazer...

Em Portugal os miúdos andam com os livros para a frente e para trás, uma mochila pesada todos os dias (quando todos sabemos que o peso da mochila deve ser 10% do peso da pessoa que a transporta), levam carradas de TPC's e coitados que ainda dependem dos pais para os ajudar...

Analizemos dois casos que conheço.
O primeiro caso, o irmão do namorado, tem 8 anos e anda no 4º ano.
O miúdo entra na escola às 8 (OITO minha gente) e sai da escola às 17h30, todos os dias... "Ah e tal atividades extra curriculares" concordo e acho que fazem muito bem em frequentar o inglês,  a música, a educação física, que a escola (por enquanto) ainda oferece. Mas a verdade é que o miúdo só chega a casa às 18h, ou seja, 10h depois de ter entrado na escola... Chega a casa e pega-se logo aos tpc's... A mãe vai fazendo a comida e vai corrigindo ao mesmo tempo, mas às vezes são tantos que chega a hora do jantar e o puto ainda naquilo... Já assisti a serem 22h e o miúdo de volta dos tpc's com a mãe... Então agora coloco uma questão: não há tempo para o miúdo estar com a família, para brincar, para arreliar a mãe, para manter o vínculo? Não! Há trabalhos de casa, que como MUITAS DE VOCÊS (MÃES e talvez irmãos) sabem na maior parte das vezes não são corrigidos na escola... Ora, a criança se não faz os tpc's leva falta, escrevem-lhe um recado na caderneta, etc etc, mas corrigir está quieto. 

O segundo caso, a filha de uma amiga minha, tem 11 anos e anda no 7º ano.
Os miúdos no básico têm aulas quase todos os dias das 8h30 às 16h45/17h (depende das escolas e da organização de cada uma, claro), menos à quarta que têm tarde livre (no geral)... Têm cerca de 12 disciplinas, ou seja, 12 coisas diferentes com que se "entreter"... A miúda por vezes tem de esperar que a mãe chegue do trabalho porque não consegue resolver as coisa sozinha e necessita de apoio. Ora ter tpc's implica que os pais "percam" um pouco de tempo para os ajudar em tanta coisas, com que por vezes estudem para os ensinar, ou isso ou deixam-nos andar e depois há surpresas. 

Ora, terão os pais paciência para tudo isto? Precisarão as crianças de tanta coisa para serem bem sucedidas? Haverá necessidade desta sobrecarga quando já são sobrecarregados na escola?

Uma coisa muito importante... Terão os pais paciência para ao fim de um dia de trabalho, tendo ainda de fazer jantares, dar e tomar banho, preparar as coisas para mais um dia de trabalho, ajudar os miúdos com os seus imensos TPC's? Eu dou a resposta: NÃO! Nenhum SER HUMANO tem.

Conheço a realidade inglesa onde, primeiro, os miúdos não têm de andar com os livros para trás e para a frente, deixam os livros na escola porque é lá que eles são necessários, segundo, não têm tpc's, porque é na escola que devem fazer exercícios... Passam mais tempo na escola? Passam. Têm menos períodos de férias? Têm. Mas quando chegam a casa têm brincadeira, afeto, os pais, o vínculo, e tudo a que uma CRIANÇA tem direito! E acreditem em mim: são pessoas muito bem sucedidas na vida.

(ATENÇÃO: isto é um post de opinião pessoal)

Também podes gostar de...

8 comentários

  1. Eu também acho que não. Os miúdos já passam o dia todo enfiados na escola a ouvir milhentas matérias diferentes, a fazer fichas e teste e exercícios. Acho que precisam de sair da escola e divertir-se, brincar. Mas se a carga horária na escola fosse reduzida para metade, imaginemos, aí já acho que os TPC's faziam sentido para ajudar as crianças a manter a matéria em dia. Agora com a carga horária que têm actualmente nem pensar!

    ResponderEliminar
  2. Concordo que deveriam ser reduzidos os trabalhos para casa nessas idades, sim.
    Mas para uma pessoa mais velha (secundário e afins), as disciplinas exigem todas um estudo diário, havendo tpc's ou não, tem de se andar sempre em cima da matéria.
    Mas sim, é abuso nessas idades fazerem isso.

    ResponderEliminar
  3. Eu sou a favor dos TPCs desde que, com conta peso e medida.
    Enquanto que no 1º ciclo é uma forma de os ir habituando a estudar fora da escola, no 2º/3º ciclos é uma forma de irem revendo o que deram na escola!
    No entanto, penso que o currículo deveria ser alterado. A carga horária é demasiada alem de que, os alunos repetem matérias ao longo do percurso escolar!
    Em relação a professores que mandam TPCs e depois não os corrigem, acho uma vergonha!

    ResponderEliminar
  4. Sou professora e também sou contra os trabalhos de casa. As crianças já passam tanto tempo de volta dos livros na escola que depois nem tem tempo para serem felizes a brincar se levarem montes de tpc's para casa.

    ResponderEliminar
  5. Concordo contigo, a carga horária é tanta, que levarem imensos trabalhos de casa não ajuda em nada.

    ResponderEliminar
  6. acho importante eles terem ALGUM tpc mas não aquelas montanhas que geralmente dão porque nem sequer têm tempo para brincar e serem crianças.

    r: eu gostei muito :) não me dói nada mesmo e aqui é super barato 5£!

    ResponderEliminar
  7. Eu ainda não consigo ter uma opinião definida sobre isto. Acho que os trabalhos de casa são uma espécie de auxilio ao estudo. Acho que os professores fazem isso para incutir o hábito de chegar a casa e estudar, porque isso é, de facto, necessário. E acho que no 7º ano já não há muito onde os pais possam ajudar... quando não se percebe, chega-se à escola e pergunta-se ao professor. No ensino primário, ainda acho que há coisas para os pais ajudarem porque as crianças ainda não têm aquela confiança necessária para perguntar algo ao professor. Mas no 7º ano, acho que já é com o professor que se deve tirar dúvidas. Pelo menos quando eu estava no 7º ano, os meus pais já não me ajudavam nos trabalhos de casa...

    ResponderEliminar